sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Projeto de Lei 170/06


Olá pessoal! A primeira matéria do novo Abacaxi falará sobre esse projeto de lei que achei um tanto conturbador. Essa lei consiste em proibir jogos ofensivos "aos costumes e às tradições dos povos, aos seus cultos, credos, religiões e símbolos" e blablabla. Ou seja, jogos sanguinarios (como God of War) não poderam ser mais distribuídos no nosso belo e podre país.

Explicando melhor, o projeto de lei 170/06, criado pelo senador Valdir Raupp, torna crime fabricar, importar ou distribuir jogos de videogames ofensivos aos costumes das pessoas. O projeto foi aprovado pela Comissão de Educação. Agora o projeto segue para votação na Comissão de Constituição e Justiça, onde ele pode se tornar lei ou ser derrubado.

"Alguns jogos têm passado de brincadeiras de mau gosto, sendo arsenal de propaganda e doutrinação contra determinadas culturas, não sendo possível confundir liberdade de expressão dos jogos com culto à anarquia, desrespeito à imagem e honra das pessoas e aos cultos com suas liturgias" - diz Valter Pereira, relator do projeto.

Por ter uma interpretação muita aberta, praticamente qualquer jogo pode ser enquadrado no aspecto “ofensivo” nomeado pelo senador. Isso faz com que a produção e distribuição de jogos eletrônicos no Brasil possa ser prejudicada enormemente.

Fonte: Arena Turbo

Agora sim, os políticos vão conseguir ser odiados ainda mais pelos brasileiros(gamers, na verdade). Pô! Além de criarem leis fúteis e frágeis ainda criam leis para prejudicar aqueles que ficam em casa numa boa jogando seu bom videogame?! Tenho quase certeza que essa lei não vai entrar em vigor, pois, como já dito, iria prejudicar e muito o mercado de games no Brasil. Como todos sabem, é o mercado que mais cresce e mais rende entre todos.

Quando a votação derrubar essa droga de lei poderemos dizer bem alto: "Chupa, Valdir, chupa!"

0 comentários: