quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Call of Duty: Modern Warfare 2 (review)

Se você não conhece esse jogo é porque você ficou preso entre 2008 e hoje. Com certeza um game que você tem (DEVE) que ter na sua prateleira de jogos (ou num porta CDs) e sugar o máximo dele, pois, cara, esse jogo chuta bundas Ò_Ò Eu nunca fui muito fã de Call of Duty, mas depois de ouvir tanto falar desse jogo resolvi comprar e não me arrependo de modo algum.

História: O game se passa 5 anos após o primeiro jogo (Call of Duty 4: Modern Warfare). Vladimir Makarov, um dos tenentes de Imran Zakhaev (malvado do game anterior) inicia uma série de ataques terroristas pelo mundo todo, passando por países como USA(óbvio), Rússia e, por mais legal que pareça, pelo próprio Brasil! =D

A fase no Brasil (Rio de Janeiro, pra ser mais especifico) foi muito bem feita, ela retrata muito bem onde estamos, uma favela no morro Ò_Ò Com casinhas bem feitas (ou mal feitas), com tijolos expostos e toda essa bagaça que tem em favelas '-' Outra coisa são as falas, que não tem nem um sotaque, é como se eles fossem mesmo brasileiros. A única coisa que não ficou legal foi o nome do "traficante chefe", que é Alejandro Rojas. Ora bolas, não somos mexicanos Ò_Ó Estadunidenses, parem de associar nosso país com o México! Não temos nada a ver com eles! Ò_Ó

Armas: O que não pode faltar em game de guerra né!? Há vários tipos delas, mas eu nem preciso destacar quase nem uma, pois são as armas normais que se encontram por ai (?) como Snipers, UZIS, Metralhadoras, RPGs (igual a bazooka), entre outras. As que acho importante destacar são as Metralhadoras com roteador de batimentos cardíacos e Snipers com Sensor Térmico! A primeira tem um visorzinho em que podemos ver exatamente onde estão os nossos amados inimigos, que logo vão levar bala! '-' (ou não) e a segunda é como uma Sniper comum, mas quando miramos temos uma visão em preto e branco onde os inimigos ficam perfeitamente visiveis (como AQUI!)

Gráficos: Me surpreendi com a riqueza de detalhes neste jogo, claro que a maioria dos jogos de hoje em dia são super trabalhados, eu acho até que é maldade dizer que "os gráficos de um jogo são ruins" pois os caras trabalham muito para conseguir chegar ao resultado final, mesmo que não goste eu acho isso um crime, mas em MW2 eu diria que beiram a perfeição. ("MW2 é mais real que a realidade", meu twit).

Modo Special Ops: Essas missões são um complemento no jogo. São cerca de 15 missões em que você deve matar um certo número de inimigos, bater um tempo andando de Snowmobil, proteger certo local, entre outros tipos. Mas fiquem ligados: algumas missões são extremamente difíceis, eu ainda não fechei todo T.T Uma coisa legal nele é que ele foi feito, também, para se jogar online. Como eu não tenho a LIVE eu não experimentei, mas deve ser como jogar com um amigo em casa, mas sem a SplitScreen (eita avanço!).

Minha Opinião: Ótimo jogo, um dos (se não o) melhores jogos que já tive a oportunidade de tocar! O único problema é que a história principal é um tanto curta, tem cerca de 6 horas. Comparando com GTA IV é extremamente curto, pois este tem +/- 30 horas.






AbacaNivel: Titan From Hell (10)

0 comentários: